Como homologar uma transportadora como fornecedor de serviço

FOTO-Homologar Como homologar uma transportadora como fornecedor de serviço

Como homologar uma transportadora como fornecedor de serviço

Compartilhe

Na hora de homologar uma transportadora como fornecedor de serviço, existem alguns princípios básicos que as empresas embarcadoras e indústrias precisam seguir.

São eles que irão garantir a segurança e qualidade da contratação. Muitos clientes deixam de olhar para alguns fatores importantes e se preocupam somente com o preço.

Isso acontece tanto nos casos do frete FOB, em que é o comprador que assume todos os riscos e custos; quanto nos fretes CIF, em que o fornecedor se responsabiliza por tudo.

Mas independentemente da embarcadora pagar ou não o frete, em ambos os casos, é importante ter em mente que é o transporte que garante a qualidade do produto que será entregue.

Pense bem: se o transporte for ruim, mesmo que a empresa embarcadora não esteja pagando o frete, ela vai ter algum passivo por conta de um serviço mau feito, concorda?

Quesitos mínimos para homologar uma transportadora

Para te ajudar na hora de contratar a transportadora certa, separamos alguns quesitos mínimos que precisam ser levados em conta:

#1 Apólice de seguro

Ao transportar a sua carga para qualquer lugar do Brasil e exterior, você precisa ficar atento ao tipo de seguro incluso na operação.

O RCTR – C (Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga), por exemplo, é um seguro obrigatório que tem que ser contratado pelo transportador e pode ser acionado em todo o território nacional.

Além disso, alguns seguros adicionais, como os de carga e descarga, ajudam a garantir a segurança da carga e a tranquilidade de quem contratou o serviço.

#2 Gerenciamento de risco

Quanto vale a segurança de sua carga? Um bom gerenciamento de risco é fator essencial na hora de homologar uma transportadora como fornecedor de serviço.

Existe uma séries de processos para garantir o sucesso no transporte de cargas, minimizando os riscos:

  • Análise profissional e detalhada do perfil dos motoristas da frota;
  • Monitoramento dos dados do embarque para adequação ao risco de cada um;
  • Escolha dos equipamentos ideais verificando condições dos mesmos;
  • Uso de um rastreador;
  • Melhor roteirização para maior gestão dos limites de risco aceitáveis.

Todos esses itens andam de mãos dadas em uma operação de transporte e são responsáveis pela qualidade do serviço.

Clique aqui e saiba mais sobre o Gerenciamento de Risco oferecido pela Tork

#3 Saúde financeira da empresa

Antes de contratar um novo fornecedor, é indicado que você conheça as suas práticas um pouco mais a fundo. Afinal, você quer ter certeza de que está se juntando a uma empresa que vai te ajudar a otimizar os seus resultados ao invés de gerar mais problemas, certo?

Por isso, é interessante pedir uma negativa de débito e verificar se os impostos estão sendo pagos da maneira correta.

Assim, você protege a reputação da sua empresa e tem a certeza de que está ao lado de quem faz a sua parte.

Além de ficar atento à parte financeira, você também pode procurar e entrar em contato com atuais clientes para verificar como é a prestação de serviços no dia a dia.

Por que estes pontos são tão importantes?

Escolhemos os 3 pontos principais a serem avaliados na hora de contratar uma transportadora, tendo em vista um único motivo.

A infraestrutura das rodovias no Brasil, que não é preparada para a quantidade de caminhões e cargas que o país tem.

Isso significa que a probabilidade de acontecer um acidente é muito grande. Não é vantagem você economizar R$ 100 mil com frete durante o ano ao transportar cobre, por exemplo, uma carga que chega a valer R$ 600 mil.

Se durante esse tempo você tem um sinistro e a transportadora não tem como atender a indenização, caso aconteça um problema desse, as suas economias e a sua paz irão embora. Já pensou no tamanho do problema para resolver?

Isso pensando em uma apólice de roubo, por exemplo, mas lembre-se que também tem o risco de acidente.

Agora que você já sabe qual é o passo a passo para homologar uma transportadora como uma prestadora de serviços, está pronto para solicitar o transporte da sua carga.

Clique aqui e faça a sua cotação.

No Comments

Post A Comment

× Fale com um especialista pelo WhatsApp